domingo, 24 de junho de 2012

...

Ainda não sei como te chamar...

mas és mar, és praia de areia quente,

és pêssego, cereja, maçã

Serra de Sintra à noite sem lua,

árvore de tronco maciço que não sei o nome,

és leopardo, gato grande de passo lânguido


Irremediavelmente

sem volta a dar

a tua marca fica em mim



Quero sentir-te,

saborear, respirar,

mergulhar em ti,

ficar quieta até não conseguir mais


E tudo o que ainda não te disse

o meu gesto mostra

ofereço-me num abraço

§

2 comentários:

Azelpds disse...

Muito bonito :)

Sofia disse...

Muito obrigado :)

Enjoy §